Super TI 360 - Wiki

Instalação/Reinstalação de computador e softwares

Você está aqui:
← Todos os Tópicos

É necessário seguir um padrão ao efetuar backup, formatação e reinstalação de um equipamento.

ETAPA 1 – BACKUP

Faça backup máximo de:

  • Pasta Documentos
  • Área de trabalho
  • Emails
  • Pasta do usuário completa
  • Pasta de dados como imposto de renda e verifique se o usuário informou outras pastas importantes.
  • Todas as pastas na pasta USUÁRIOS/USERS do usuário.
  • Todas as pastas que estiverem na raiz do equipamento
  • Verificar a pasta Arquivo de programas se possui algo importante
  • Empresas contabilidade especial checagem pastas de Imposto de renda, GDRAIS e outras similares.

*** IMPORTANTE1 ***: Não informar ao usuário que faremos backup de todas estas pastas. É necessário que o usuário esteja ciente dos riscos e determine “por escrito” na OS de retirada “especificamente” o que deve ser efetuado backup.

*** IMPORTANTE2 ***: Prazo => Para cada 50 gbytes de backup acrescentar +1 dia para a entrega e informar o cliente, seja na OS ou por email.

 

ETAPA 2 – CHECAGEM DO BACKUP EFETUADO

É imprescindível que o backup efetuado seja checado antes da próxima etapa

 

ETAPA 3 – FORMATAÇÃO E INSTALAÇÃO SISTEMA OPERACIONAL

É importante observar se o equipamento possui um software original e se sim, fazer o máximo para manter a originalidade de tudo.

Primeiro instale o Windows original, quando possível, e então o atualize ao máximo.

Caso não seja Windows 10, após efetuar a máxima atualização, se for o caso, atualize para Windows 10 se tiver acima de 4 gbytes.

 

ETAPA 4 – INSTALAÇÃO PADRÃO INICIAL

Instale e verifique o funcionamento de:

  • Office 2016 ou superior
  • Antivírus do cliente ou antivírus monitorado se for contratado
  • Client Help desk do Milvus
  • Winrar
  • Visualizador de PDF (Adobe ou FoxIt)
  • Java
  • Impressora PDF

*** IMPORTANTE ***: Não instalar nenhum programa fora da lista de programas listados e homologados pela Super TI 360.

 

ETAPA 5 – TESTAR AO MÁXIMO

Utilizar algum programa para testes e estressamento como sourceforge.net por cerca de 1 hora antes da devolução do equipamento.

Isso fará com que o equipamento possa apresentar algum problema antes da entrega e solucionarmos com antecedência.

Serviços, conexão e configurações de dispositivos que estão fora do contrato e da rede da empresa do contratante

Quando um dispositivo não está incluído em nosso contrato, é importante termos noção que não existe instalação do nosso antivírus monitorado, segurança de acesso à VPN do servidor da empresa contratante, configurações importantes de segurança e etc…

Além disso, muitos softwares e configurações levam muito tempo para instalar e configurar. Além disso, também é necessário configurar todos os serviços necessários para acessar a rede da empresa contratante.

Por tudo isso exposto, é importante limitar esse tipo de situação, informando ao usuário que o dispositivo, que não está incluso em nosso contrato, não apresenta a segurança que implementamos em estações que estão sob a proteção de nosso contrato e por esse motivo não é possível efetuar esse tipo de operação em dispositivos externos, isto é, que não fazem parte do contrato de manutenção mensal.

Uma opção é adicionar o dispositivo no contrato por no mínimo 3 meses, após autorização expressa e ciência da empresa contratante.

Anterior Migração de perfil de usuários e/ou dados e/ou programas
Próxima Adição de equipamentos no contrato das empresas
Table of Contents